Confira o catálogo da exposição “A nova arte-política”

    Já está disponível o catálogo da exposição “A nova arte-política”, que a Fundação Lauro Campos realizou entre os dias 1 e 22 de julho na sua sede, em São Paulo.

    A exposição foi composta por artistas selecionados a partir do edital lançado pela Fundação. Foram mais de 40 obras de 26 participantes, oriundos de todo o Brasil, sob a curadoria de Lorena Ferraz, Marcio Rosa e Rodolfo Vianna. Fotografia, pintura, arte digital, performance, instalações, videoperformance, escultura, entre outros, estão entre os tipos de suportes selecionados. O edital contou com a inscrição de 81 pessoas, totalizando mais de 300 obras que foram analisadas.

    Durante a abertura da exposição, houve a performance de Bianca Turner e Bruno Novaes. Participaram também, em ordem alfabética, Anna Moraes; Anne Courtois; Diego de los Campos; Duda de Las Casas; Gabriel Chagas; Herontico; Igor Reis; Itamara Ribeiro; Jean Guimaraes; João Alberto; Khalil Charif; Laysa Machado; Luisa Callegari; Lula Ricardi; Marcelo Armani; Omororó; Paulina Denti; Sérgio Ricciuto Conte; Fabio Souza (Suely Parisi); Thiago Nevs; Tiago Cruz; Viviane Valladares; Hermusche e Wesley Soupza.

    A obra “As que comandam vão de trá”, de Herontico, foi a vencedora do prêmio oferecido pela Curadoria. Já a obra “Nenhuma solução viável”, do artista Omororó foi a vencedora do prêmio do público. Cada uma recebeu R$ 1,5 mil. Herontico doou a obra premiada que hoje compõe o acervo da Fundação Lauro Campos.

 

(Herontico – As que comandam vão de trá)

(Omororó – Nenhuma solução viável)

 

        A exposição “A nova arte-política” foi uma iniciativa da Fundação Lauro Campos e contou com a produção de Raro Negócios Criativos, dentro do projeto Solar Cultural da FLC. O catálogo completo da exposição pode ser AQUI.